“Aqui em Barreiras a ditadura com os servidores da saúde é real”, diz a vereadora Carmélia da Mata

“É preciso dar um basta nessa situação. Enquanto torcemos para que as demandas sejam solucionadas, para que nossos trabalhadores da saúde sejam respeitados e valorizados pelo empenho na luta contra o Coronavírus, eu recebo uma lista de denúncias que aconteceram em plena Quinta-feira Santa”, afirma.

Na manhã deste Sábado de Aleluia (03/04), a vereadora Carmélia da Mata manifestou em suas redes sociais o seu total repúdio a uma lista de denúncias que recebeu dos Servidores da Saúde de Barreiras em plena Semana Santa.

“Isso mesmo população barreirense, logo após a reunião com o Secretário de Saúde, nossos técnicos de enfermagem e enfermeiros do Hospital Eurico Dutra estão sofrendo retaliações da Diretora administrativa da unidade, que, diga-se de passagem, é “ENFERMEIRA”. Tudo isso porque estão cobrando mais respeito”, destaca a vereadora.
Segundo Carmélia da Mata, os profissionais não podem mais ter acesso ao purificador de água, instalado na sala de coordenação do hospital. Na sala de descanso, as cadeiras com assento acolchoados foram retiradas, e no lugar colocaram cadeiras de plástico, que são duras e desconfortáveis.
“Eu fiquei indignada com essas medidas internas, retaliativas e abusivas. Na verdade, a pressão psicológica é tão grande que estamos temendo que hajam surtos, a exemplo do que aconteceu com o PM em Salvador. E a gestão municipal será responsabilizada, porque já estamos avisando a um bom tempo sobre as atrocidades que vem acontecendo. Precisamos de respostas plausíveis e decentes da Secretaria de Saúde”, disse à vereadora que afirma “Estamos tomando medidas cabíveis para proteger os servidores, mas nesse entretempo, nossos pais e mães de família, que estão cuidando de pessoas doentes, precisam de no mínimo água e assentos dignos, e, além disso, o verdadeiro respeito. Estamos com vocês servidores! Mais respeito para todos!”.

 

 

Fonte: Ascom Vereadora Carmélia da Mata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *