SESAB publica Nota equivocada ao afirmar que paciente falecido não constava na regulação de UTIs

Albanir Pinheiro, de 52 anos, faleceu enquanto estava hospitalizado na Unidade de Controle da Covid-19 – UCC de Luís Eduardo Magalhães, 967 km da capital baiana. O paciente aguardava por uma vaga na UTI desde a última segunda-feira (17), segundo familiares.

De acordo com Ludmila Pinheiro, filha do paciente, ele foi intubado ainda na segunda, mas o quadro de saúde dele não melhorou. Albanir passou três dias à espera de um leito de UTI em Barreiras, que fica na mesma região.

De acordo com uma matéria publicada no Portal G1 e replicada no Blog do Sigi Vilares, a SESAB – a Secretaria de Saúde da Bahia, afirmou em nota que “não constam solicitações no sistema da Central Estadual de Regulação referentes a este paciente”. A nota afirma que “para que haja transferência de pacientes, a unidade de origem precisa inserir o relatório médico no sistema da central, que a partir daí busca uma unidade que atenda o perfil”.

A informação publicada em Nota pela SESAB foi desmentida pela Secretária Municipal de Saúde, que apresentou uma fotografia da tela de Regulação onde aparece o nome do paciente. “Não entendi o que foi publicado em Nota pela SESAB. O fato é que existia uma solicitação em nome do paciente Albanir Luís Pinheiro. A prova está no sistema e pode ser facilmente comprovado. Houve um grave erro de informação por parte da Secretaria Estadual”, disse Gabriela Izoton, Secretária de Saúde de Luís Eduardo Magalhães.

Fonte:ASCOM – Prefeitura de LEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *